Sobre nós / Informações para a imprensa

Histórico da Empresa

A FT Technologies é especializada no desenvolvimento e fabricação de sensores de vento ultrassônicos – também conhecidos como anemômetros ou sensores de corrente de ar. Todos os nossos sensores são produzidos em nossa fábrica em Sunbury-on-Thames, oeste de Londres, e exportamos 98% de tudo que produzimos.

A FT Technologies foi fundada em 1981, atuando no setor há mais de 30 anos. Começamos a vender sensores de vento para a indústria de turbinas eólicas em 2002. Atualmente somos o maior fornecedor do setor, com 11 dos 15 maiores fabricantes de turbinas eólicas do mundo entre nossos clientes. Somos líder de mercado no setor de energia eólica offshore, pois mais de 70% de todas as turbinas offshore do mundo são equipadas com um sensor FT.

O que torna os sensores de vento da FT exclusivos é o nosso uso da tecnologia Acu-Res®. Inventada pelo nosso Diretor Executivo Dr Savvas Kapartis e patenteada em 1997, a Acu-Res® é uma tecnologia de estado sólido (sem peças móveis) para medir a velocidade e a direção do vento. Ela utiliza uma onda acústica (ultrassônica) que é ressoada no interior de uma pequena cavidade. A utilização da tecnologia Acu-Res® resulta em um sensor pequeno e de fácil aquecimento que opera de maneira confiável, mesmo sob condições meteorológicas extremas.

Além de nossa sede em Londres, temos escritórios de vendas na Dinamarca e nos Estados Unidos e suporte técnico na China.

A FT Technologies é uma empresa de propriedade privada.

Informações para a mídia:

Heather Fitzgerald
Gerente de marketing digital sênior
E-mail: heather.fitzgerald@fttechnologies.com
Tel: +44 (0)20 8614 2738

Sunbury House
Brooklands Close
Sunbury-on-Thames
TW16 7DX, RU
Tel: +44 (0)20 8943 0801
Fax: +44 (0)20 8943 3283
E-mail:info@fttechnologies.com

GALERIA DE VÍDEOS
DÚVIDAS FREQUENTES
COMUNICADOS À IMPRENSA (Inglês)
FOLHA DE DADOS
CONVERSOR DE VELOCIDADE DO VENTO

“O sensor de vento FT foi o único a sobreviver – e eu digo sobreviver em todos os sentidos da palavra. Dos quatro outros dispositivos de medição do vento, os dois anemômetros mecânicos se romperam completamente e os outros dois sensores de vento ultrassônicos ficaram tão danificados que pararam de funcionar por completo. O sensor FT, no entanto, permaneceu livre de formação de gelo e continuou fornecendo as medições, e esse foi um dos piores eventos de formação de gelo que já vimos no observatório.”

– Cesar Lopez, Diretor Executivo, Sieltec Canarias

Leia o estudo de caso

“O sensor de vento FT foi o único a sobreviver – e eu digo sobreviver em todos os sentidos da palavra. Dos quatro outros dispositivos de medição do vento, os dois anemômetros mecânicos se romperam completamente e os outros dois sensores de vento ultrassônicos ficaram tão danificados que pararam de funcionar por completo. O sensor FT, no entanto, permaneceu livre de formação de gelo e continuou fornecendo as medições, e esse foi um dos piores eventos de formação de gelo que já vimos no observatório.”

– Cesar Lopez, Diretor Executivo, Sieltec Canarias

Leia o estudo de caso

Galeria

A FT Technologies tem os direitos autorais de todos os materiais. Caso você deseje baixar e utilizar alguma imagem, entre em contato com a gente.