Suporte / Instalação / Montagem em superfície (SM)

O sensor de vento FT742 Montagem em Superfície (SM) é projetado para integração com OEM em uma ampla gama de sistemas de engenharia e possui bússola e aquecedor. O sensor vem sendo utilizado em VANTs, drones, veículos militares, robôs autônomos, estações meteorológicas portáteis, unidades de detecção de CBRN, boias de derivação e sistemas meteorológicos montados em veículos ou embarcações.

O sensor pode ser girado para garantir o alinhamento com uma referência padrão, geralmente o norte magnético, ou a bússola integrada pode calcular isso automaticamente.

Pequeno, de baixo consumo de energia, extremamente robusto e pesando apenas 252 g, o FT742-SM é extensivamente testado e certificado para resistência à vibração e choque, bem como imunidade a RF.

BAIXAR A FOLHA DE DADOS
  1. Aplique lubrificante sem silicone no anel de vedação (o-ring) e posicione corretamente na base do sensor.
  2. Passe o cabo pela superfície de montagem e conecte-o ao sensor.
  3. Coloque o sensor na superfície de montagem e certifique-se de que o anel de vedação (o-ring) está uniforme em toda a borda.
  4. Gire o sensor para alinhar os furos de montagem – observe que o espaçamento não é igual.
  5. Encaixe e aperte os parafusos de montagem (não fornecidos), garantindo que eles não excedam uma profundidade de 5 mm dentro da base do sensor.

Para mais informações e orientações sobre a instalação em áreas propensas a raios e sal consulte o manual.

A marcação 2 mostra a localização da ranhura do anel de vedação O-ring (anel de vedação O-ring FT, peça número FT029, número da peça do fabricante: 2-127 O-Ring EPDM 70 Shore). Um anel de vedação O-ring é fornecida com os novos sensores. O uso de lubrificante no anel de vedação O-ring depende da seleção do material.

O ajuste de compressão do O-ring é garantido com o uso de fixações 5 x M3. A profundidade interna da rosca é de 4,5 mm, o comprimento das conexões deve ser determinado levando em conta a espessura da superfície de montagem. Recomenda-se o monitoramento periódico das condições da interface de vedação.

Atenção: o comprimento excessivo da conexão M3 pode resultar em dano à rosca do sensor e no sensor.

O sensor requer uma tensão de alimentação de 6 V a 30 VCC (mínimo de 10 VCC, caso o aquecedor seja necessário). Com o aquecedor ativado, a fonte de alimentação deve ser capaz de fornecer 2 A (máx.), caso contrário 25 mA (29 mA com a bússola ativada).

Todas as conexões elétricas são feitas ao sensor digital através de um conector multi-pólo de 8 vias localizado na base do compartimento do sensor de vento. As designações do pino conector são mostradas abaixo. O conector está em conformidade com a norma IEC 61076-2-101.

Pino: 1
RS422: oV
RS485HD: oV
Cor do fio FT009*: Marrom

Pino: 2
RS422: +VE (6030V)
RS485HD: +VE (6-30V)
Cor do fio FT009*: Branco

Pino: 3
RS422: TX Data A –
RS485HD: N/C
Cor do fio FT009*: Azul

Pino: 4
RS422: RX Data A –
RS485HD: Data A –
Cor do fio FT009*: Preto

Pino: 5
RS422: TX Data B +
RS485HD: N/C
Cor do fio FT009*: Cinza

Pino: 6
RS422: RX Data B +
RS485HD: Data B +
Cor do fio FT009*: Rosa

Pino: 7
RS422: N/C
RS485HD: N/C
Cor do fio FT009*: Violeta

Pino: 8
RS422: N/C
RS485HD: N/C
Cor do fio FT009*: Laranja

*Atenção: as cores dos fios referem-se apenas aos cabos FT009 fornecidos pela FT. Outros cabos podem utilizar diferentes esquemas de cor.Entre em contato para obter mais informações.

Aquecedor e temperatura do ponto de ajuste

Para obter o melhor do seu sensor em condições de formação de gelo, o aquecedor deve estar ativado e ajustado a 30 °C. Isso ajuda a prevenir a formação de gelo e a condensação de água na cavidade de medição, maximizando a disponibilidade de dados. Além disso, uma temperatura constante do corpo é melhor para a longevidade dos componentes eletrônicos.

O valor do ponto de ajuste do aquecedor pode ser ajustado utilizando o comando HT (consulte o manual do usuário para mais informações) ou alternativamente utilizando nossos pacotes Acu-Test.

Se o limite de corrente padrão de 2 A se mostrar insuficiente ele pode ser aumentado em software para 6 A (no modelo V 22 e acima), mas você deve se certificar de que sua fonte e cabo de alimentação são capazes de suportar pelo menos 6 Amps.

Filtros

Sempre mantenha o filtro interno do sensor ativado. Sempre que o sensor for utilizado para fins de controle, utilize dados filtrados. O sensor é enviado com o filtro interno ativado por padrão e ajustado para um comprimento de filtro de 1,6 segundos.

Sinalização de status (Sinalização de erro)

Digital: O sensor possui um mecanismo interno de auto-verificação. Ele sinaliza que uma leitura é inválida definindo um caractere de sinalização de erro na mensagem de saída de velocidade do vento:

$WI,WVP=020.0,045,1*52〈cr〉〈lf〉

Um valor diferente de “0” aqui indica algum tipo de leitura inválida foi detectada.

É importante que seu equipamento de registro de dados ou sistema de controle possa processar esses dados inválidos de modo apropriado. Consulte o manual para mais informações sobre isso.

O teste de sensores é melhor realizado com nosso pacote Acu-Test, que permite que você conecte o sensor a um PC via cabo USB e visualize as leituras de velocidade e direção do vento em tempo real. O pacote também permite que você altere alguns parâmetros, como a temperatura do ponto de ajuste do aquecedor.

No caso de sensores digitais, um programa emulador de seriais (como o Tera Term ou o HyperTerminal) também funcionam com o cabo fornecido no pacote Acu-Test e é mais uma forma de testar a comunicação. Isso permite que o usuário envie comandos e receba dados do sensor. Observe, no entanto, que a FT Technologies não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Mais informações estão disponíveis no manual do produto. Solicite um manual.

Para informações sobre cabos e conectores consulte a seção Acessórios.

Baixe a folha de dados do Acu-Test para o sensor digital